Dia Internacional da Mulher

Jornal Indústria e Comércio
Segunda, 06 de Março de 1995.
31ª edição da coluna – Página C3

Amigo(a) Leitor(a): Hoje, excepcionalmente, não iremos tratar de marketing.

Pedimos a sua compreensão para prestarmos uma homenagem.

Na próxima quarta, dia oito de março, será comemorado o Dia Internacional da Mulher. Afinal de contas, não é todo dia que se celebra uma data tão significativa.

A tardia e bem-vinda ascensão da posição da mulher na sociedade de forma irreversível a sua fisionomia.

Comumente as vemos exercendo as mais variadas atividades, como médicas, advogadas, juízas e até mesmo em algumas até bem pouco reservadas aos homens, como frentista, astronauta e juiz de futebol. E ocupando cargos de grande visibilidade, como deputadas, prefeitas e governadoras.

Mas o que talvez poucos saibam é a origem desta data.

No I Congresso Internacional das Mulheres, realizado na Dinamarca em 1910, foi escolhido o dia oito de março em homenagem a 129 operárias que deram a sua vida pela causa da mulher.

Em 1857, numa fábrica têxtil em Nova Iorque, ao entrarem em greve para reivindicar salário igual ao dos homens e redução de carga horária de trabalho, de até 16 horas, seus patrões não hesitaram em trancar as saídas da fábrica e em seguida atearam fogo. Todas as 129 operárias morreram covardemente queimadas.

Mulher: Você tem uma responsabilidade de continuar esta luta iniciada há 138 anos pelos seus direitos. Seja no lar, no trabalho, no esporte, na política ou na cultura, você merece ocupar uma posição de destaque.

Parabéns a você mulher, qualquer que seja sua posição.
Pois a vida ficou muito melhor com você por perto.

VEJA TAMBÉM

Rodovias da morte

Este último fim de semana, que culminou com o feriado do Dia das Crianças na segunda feira, vai ficar marcado m nossa memória. Não pelas

Leia Mais

Políticas de preço – parte 1

Jornal Indústria e ComércioSegunda, 20 de Março de 1995.33ª edição da coluna – Página C3 Preço é a expressão, em unidades monetárias, do valor de

Leia Mais

Deixe uma resposta