Gerenciando a vida do produto – final

Jornal Indústria e Comércio
Segunda, 06 de Fevereiro de 1995.
28ª edição da coluna – Página C2

Vimos na edição passada que os produtos e serviços têm no seu ciclo de vida a fase natural do declínio com o conseqüente desaparecimento do mercado. Todavia, alguns fatores podem acelerar este processo fazendo com que produtos e serviços tenham morte prematura.

Confira a pesquisa abaixo realizada nos EUA para verificar as principais causas de fracassos de produtos e serviços no mercado.

1 – Inadequação de análise de mercado (32%)

Antes de se lançar um produto no mercado, as empresas recorrem a pesquisa junto aos prováveis consumidores, ainda na fase de desenvolvimento, para avaliar a intenção de compra. Todavia, por pesquisas mal elaboradas ou mesmo pela não realização da mesma, muitos produtos não encontram receptividade no mercado. Um clássico exemplo é o lançamento do Gol em 1981. A VW quase queimou o produto por lançá-lo com motor 1.3, o que não agradou os consumidores.

Até mesmo a gigante SONY errou em sua avaliação para seu videocassete BETAMAX que acabou virando uma raridade de mercado.

2 – Defeito de produto ou serviço (23%)

Este erro primário ocorre ainda até mesmo em países de primeiro-mundo. Você já deve ter visto muitas vezes as famosas “chamadas” dos fabricantes de determinados produtos, quase sempre automóveis, para substituição gratuita de peças que possam ter defeito. A gigante da informática INTEL irá gastar quase meio bilhão de dólares para substituir seu chip Pentium que está apresentando problemas.

3 – Alto custo de produção (14%)

O mercado determina um teto máximo sob o qual um produto poderá ser comercializado. Já era o tempo em que a empresa determinava o preço de seus produtos. Agora, quem o faz, é o mercado. Um exemplo bem atual deste problema são os carros de luxo fabricados no Brasil. Estes, simplesmente não conseguem competir com similares importados devido ao seu alto custo de produção.

4 – Esforço de marketing inadequado (13%)

Um produto novo é como um filho. Para crescer saudável merece toda a atenção do mundo. Mesmo que um produto seja bom e tenha qualidade, ele necessita de um amplo suporte de marketing para chegar até o consumidor, passando pela distribuição, divulgação, promoção, etc.

5 – Timing de lançamento (10%)

O mercado tem que estar preparado para um produto inovador. Veja que até hoje o videofone não vingou. E assim, uma série de outros produtos inovadores vão ficar em “stand-by” aguardando a sua hora.

6 – Concorrência (08%)

O que parecia ser o maior obstáculo para novos produtos ficou em último lugar na lista. O mercado comporta várias marcas em qualquer categoria. A única exceção é quanto às famigeradas reservas de mercado e aos esclerosados monopólios.

VEJA TAMBÉM

ILS Categoria III e a Copa de 2014

O sistema de aproximação e pouso por instrumento, utilizado pela aviação comercial do mundo inteiro e conhecida pela sigla ILS, abreviatura em inglês para “Instrument

Leia Mais

Mate sua “vaquinha”!

“A vida começa no final de sua zona de conforto.”  Neale Donald Waslch Você anda insatisfeito com seu trabalho? Seu trabalho já não lhe dá

Leia Mais

Currículo: não morra na praia

A estética, além de tornar um currículo mais atraente, é um grande diferencial para se avaliar peculiaridades de um candidato que não podem ser percebidas

Leia Mais

Deixe uma resposta